Make your own free website on Tripod.com
Tricotilomania - S.O.S. Tricotilomania
Trico com Humor
Tricotilomania Home
Sobre a Tricotilomania
Ocorrências da Tricotilomania
Causas e Conseqüências da Tricotilomania
Hábitos Relacionados a Tricotilomania
Tricotilomania- Tratamento
Procurando Tratamento Profissional
A Teoria do Dr. Penzel
A Dieta Kender
Tricotilomania: Mitos e Fatos
Resistindo à Vontade de Arrancar Cabelos
Está Pronta Para Parar ?
Tricotilomania - Dicas
Recuperação dos Cabelos
Cadastro de Profissionais
Trico com Humor
Fotos- Danos da Tricotilomania
Fórum
Links
Depoimentos
Depoimentos 2
Depoimentos 3
Depoimentos 4
Depoimentos 5

logo-peq.jpg

SAINDO DO ARMÁRIO:
EU SOU TRICOTILOMANÍACO!!!
 
 
Heitor Reis (*)
 
O Fantástico me fez ver que não estou
                                    sozinho... Não somente ele, mas
especialmente aquelas garotas que ousaram
                                    trazer ao mundo seus tramas
pessoais, às quais agradeço penhoradamente.
 
Além de outras neuroses e psicoses, fruto
                                    de uma família com alguns 
loucos oficialmente reconhecidos, fui contemplado por esta também. Tenho 
aquela tesãozinha de arrancar ou arrebentar no meio cabelos da barba, do nariz
(Como coçam!... Ou é impressão minha?)
                                    e de meu precioso órgão genital.
 
Escolho "cientificamente" aquele que será
                                    a próxima vítima. Um mais 
grosso, mais enrolado, mais excêntrico (menos redondinho, mais oval o formato 
da seção transversal), etc.
 
Mas ainda não os como, como o fazem os
                                    tricotilofágicos. Prefiro 
bacachoada, muqueca, lazanha, feijoada, etc. Estou acima do peso. 100 Kg para 170
                                    cm.
 
Lembrem-se! Nem todo tricotilomaníaco
                                    é um tricotilofágico!
 
Comer cabelos pelo menos não engorda e
                                    ainda reduz o volume do 
estômago. Até que seria uma boa, né?
Quando criança, comia meleca do nariz.
                                    Parei bem cedo. Mas que uma 
limpeza geral no salão tem o seu lugar, não nego não!... Um prazer sexual desta
natureza não pode ser desfrutado coletivamente.
                                    Ainda. 
 
Na adolescência, considerava um pecado
                                    mortal pisar nas listas 
desenhadas no passeio e as pulava religiosamente. Também dava volta de um quarteirão,
imaginando que dentro de um determinado
                                    boteco, estavam debochando de 
mim, acreditando que eu era boiola.
Também passou. Hoje sou um hetero altamente
                                    ativo mentalmente e 
frustrado, na prática.
 
Posso dizer que tricotilomano socialmente.
                                    Nada grave. Por enquanto. 
Ainda que, às vezes chego a largar o volante do carro para curtir tal
coisa!...Quando me incomoda muito, corto
                                    a barba. Mas quanto ao nariz e 
ao precioso, acho que vai ser mais difícil...
 
Eu tricotilomano
Tu tricotilomanas
Ele tricotilomana
Nós tricotilomanos
Vós tricotilomanais
Eles tricotilomanam
 
Gosto de palavras difíceis como idiossincrasias,
                                    elucubrações,
quintessência, etc. Em latim, do curso
                                    médio: panstrogilus megistrus,
eritroblastose fetal, vulquereia bancrofit,
                                    necator americanus, 
bionphalaria glabrata... (Devo ter escrito errado, já que não lido com isto. Sou
engenheiro.)
 
Ou seria:
Eu tricotilo
Tu tricotilas
Ele tricotila
Nós tricotilamos
Vós tricotilais
Eles tricotilam?
 
Minha homeopata ficou maravilhada quando
                                    contei meu caso para ela. 
Disse que a homeopatia é a ciência da idiossincrasia. Pegou um livrão verde e 
discutiu prolongadamente com seus assistentes, que estão fazendo pós-graduação
                                    
com ela. Esta informação foi motivo para que ela trocasse o remédio.
 
Agora, já tenho alguém que gosta de ouvir
                                    minhas loucuras. E, o pior:
sinto-me uma preciosidade patológica,
                                    digna da bancada de autoridades
estudar... Afinal, na dicotomia da existência,
                                    até uma coisa destas tem 
seu lado positivo. Um tema de alta capilaridade...
 
Propaganda para minha homeopata, que ela merece:
Mônica Beien
Instituto Mineiro de Homeopatia
BH/MG
30.410-120
(31)
                                    3332 9417
 
 
_______________________________
(*) Heitor Reis, Engenheiro Civil, articulista
                                    da FAIBRA - Federação 
das Associações de Imprensa do Brasil, residindo em BH/MG, 52 anos, 
divorciado sem filhos, militando em movimentos sociais, sem nenhuma vontade de 
competir no mercado de trabalho capitalista (vulgarmente conhecido como
desempregado), aguardando cair do céu
                                    aquela donzela linda, jovem,
inteligente e rica para se deleitar com
                                    minhas esquesitices, em troca 
dos prestimosos serviços de um insaciável escravo sexual, atualmente 
abstêmico.

www.Heitor.fr.fm ; www.HeitorReis.fr.fm ; heitor@fr.fm

tricobanner.jpg

 
Para dicas ou problemas com esse site, contate:
Leonora Martins, Registered Nurse(Houston-Texas)

© Copyright S.O.S. Tricotilomania. Todos os direitos reservados.