Make your own free website on Tripod.com
Tricotilomania - S.O.S. Tricotilomania
Sobre a Tricotilomania
Tricotilomania Home
Sobre a Tricotilomania
Ocorrências da Tricotilomania
Causas e Conseqüências da Tricotilomania
Hábitos Relacionados a Tricotilomania
Tricotilomania- Tratamento
Procurando Tratamento Profissional
A Teoria do Dr. Penzel
A Dieta Kender
Tricotilomania: Mitos e Fatos
Resistindo à Vontade de Arrancar Cabelos
Está Pronta Para Parar ?
Tricotilomania - Dicas
Recuperação dos Cabelos
Cadastro de Profissionais
Trico com Humor
Fotos- Danos da Tricotilomania
Fórum
Links
Depoimentos
Depoimentos 2
Depoimentos 3
Depoimentos 4
Depoimentos 5

logo-peq.jpg

Critério Para o Diagnóstico da TTM

 

 

Para que o diagnóstico da TTM seja constatado, é necessário que o paciente apresente os seguintes sintomas:

 

A. Comportamento recorrente de arrancar os cabelos, resultando em perda capilar perceptível.

B. Sensação de tensão crescente, imediatamente antes de arrancar os cabelos ou quando o indivíduo tenta resistir ao comportamento.

C. Prazer, satisfação ou alívio ao arrancar os cabelos.

D. O distúrbio não é melhor explicado por outro transtorno mental, nem se deve a uma condição médica geral (por ex., uma condição dermatológica).

E. O distúrbio causa sofrimento clinicamente significativo ou prejuízo no funcionamento social ou ocupacional ou em outras áreas importantes da vida do indivíduo.

 

 

 

Similaridades e Diferenças Entre a TTM e a DOC

 

 

Apesar da Tricotilomania ser classificada como um Transtorno do Controle dos Impulsos, se analisarmos melhor a TTM podemos notar que esse distúrbio é bastante diferente do DOC (Distúrbio Obsessivo Compulsivo), e da Síndrome de Gilles de La Tourette. Segue abaixo as listas de similaridades e diferenças entre a TTM e o DOC.

 

 

Similaridades:

 

 

1)   Os sofredores dos dois distúrbios não conseguem controlar o ato de repetir os comportamentos demonstrados;

2)   Os pacientes têm consciência de que seus comportamentos não fazem sentido;

3)   O processo de arrancar cabelos, assim como as compulsões podem aliviar a ansiedade;

4)   As compulsões e o processo de arrancar cabelos muitas vezes são efetuados para satisfazer a necessidade de encontrar simetria e perfeição;

5)   Acredita-se que os dois distúrbios têm origem genética;

6)   Os dois distúrbios respondem positivamente a terapia comportamental.

 

 

 

Diferenças:

 

 

1)   Pensamentos obsessivos e mórbidos não são características da TTM;

2)   O ato de arrancar cabelos não tem o intuito de prevenir acontecimentos ruins, ou de escapar de conseqüências negativas;

3)   O fator sensório (necessidade de sentir os fios nas pontas dos dedos, lábios, rosto, etc) tem grande importância na TTM. O ato de arrancar os cabelos muitas vezes é executado para estimular as sensações e diminuir o tédio. Esse mesmo comportamento não é demonstrado na DOC.

4)   A princípio, as pessoas que sofrem de TTM sentem prazer no ato de arrancar seus cabelos e, no entanto, na DOC as compulsões são vistas como repulsivas e agonizantes.

5)   Os dois distúrbios respondem positivamente à terapia comportamental, porém as terapias são executadas de forma diferente.

6)   Os primeiros sintomas aparecem em idades diferentes nos dois distúrbios.

 

 

 
Para dicas ou problemas com esse site, contate:
Leonora Martins, Registered Nurse(Houston-Texas)

© Copyright S.O.S. Tricotilomania. Todos os direitos reservados.