Make your own free website on Tripod.com
Tricotilomania - S.O.S. Tricotilomania
A Teoria do Dr. Fred Penzel
Tricotilomania Home
Sobre a Tricotilomania
Ocorrências da Tricotilomania
Causas e Conseqüências da Tricotilomania
Hábitos Relacionados a Tricotilomania
Tricotilomania- Tratamento
Procurando Tratamento Profissional
A Teoria do Dr. Penzel
A Dieta Kender
Tricotilomania: Mitos e Fatos
Resistindo à Vontade de Arrancar Cabelos
Está Pronta Para Parar ?
Tricotilomania - Dicas
Recuperação dos Cabelos
Cadastro de Profissionais
Trico com Humor
Fotos- Danos da Tricotilomania
Fórum
Links
Depoimentos
Depoimentos 2
Depoimentos 3
Depoimentos 4
Depoimentos 5

logo-peq.jpg

A Teoria do Dr. Fred Penzel

 

 

Segundo a teoria do Dr. Fred Penzel, Diretor Executivo de Serviços Psicológicos de Western Suffolk em Hungtington, Nova York, que também faz parte do quadro de conselheiros da Trichotillomania Learning Center, existe uma falha no sistema nervoso de pessoas que sofrem de TTM. Essa falha é causada por uma predisposição genética que impossibilita a regulação de serotonina e algumas vezes dopamina, impedindo o equilíbrio do nível interno de estresse. De acordo com as observações do Doutor Penzel, pessoas que sofrem de TTM, arrancam seus cabelos em situações extremas, que podem ser de muito estresse ou de tédio em demasia.  Ele sugere que o ato de arrancar cabelos em pessoas com essa predisposição, funciona como uma tentativa para regular o estado interno de desequilíbrio sensorial. Dr. Penzel explica que todos os seres humanos estão de alguma forma constantemente recebendo estimulação nervosa. Se essa estimulação for grande demais, ela resulta em alto nível de estresse; e por outro lado, um nível muito baixo de estimulação, resulta em depravação sensorial.

Por isso, pessoas com TTM costumam procurar lugares onde existem grandes quantidades de terminações nervosas, o que aumenta a sensibilidade aos estímulos. Esses estímulos podem agir de forma relaxante ou excitante. Veja a tabela abaixo:

 

Tédio

Estresse

O ato de arrancar os cabelos diminui: A monotonia

O ato de arrancar os cabelos diminui: O nervosismo

Efeito: Excitação

Efeito: Relaxamento

 

 

Quando o indivíduo sente-se entediado, ele procura estimulação no ato de arrancar de seus cabelos, do mesmo modo, quando estressado, esse indivíduo arranca seus cabelos como forma de distração, causando intenso relaxamento.

 

Os estímulos:

 

a)    Estimulação tátil:

Tocar e acariciar os cabelos;

Puxar e arrancar os cabelos;

Brincar com os cabelos após tê-los arrancado;

Passar os cabelos nos lábios após tê-los arrancado.

 

b)    Estimulação visual:

Observar o cabelo no momento em que está arrancando;

Examinar o cabelo que foi arrancado;

 

c)     Estimulação oral:

 Mastigação dos cabelos;

 Consumição dos cabelos.

 

Esse comportamento é facilitado pelo fato dos cabelos estarem sempre à disposição e pelo seu fácil acesso. Além disso, trata-se de um procedimento que pode ser executado a qualquer momento e passar relativamente despercebido a quem estiver ao redor.

 

 
Para dicas ou problemas com esse site, contate:
Leonora Martins, Registered Nurse(Houston-Texas)

© Copyright S.O.S. Tricotilomania. Todos os direitos reservados.