Make your own free website on Tripod.com
Tricotilomania - S.O.S. Tricotilomania
Tricotilomania - Dicas
Tricotilomania Home
Sobre a Tricotilomania
Ocorrências da Tricotilomania
Causas e Conseqüências da Tricotilomania
Hábitos Relacionados a Tricotilomania
Tricotilomania- Tratamento
Procurando Tratamento Profissional
A Teoria do Dr. Penzel
A Dieta Kender
Tricotilomania: Mitos e Fatos
Resistindo à Vontade de Arrancar Cabelos
Está Pronta Para Parar ?
Tricotilomania - Dicas
Recuperação dos Cabelos
Cadastro de Profissionais
Trico com Humor
Fotos- Danos da Tricotilomania
Fórum
Links
Depoimentos
Depoimentos 2
Depoimentos 3
Depoimentos 4
Depoimentos 5

logo-peq.jpg

Dicas para se liberar da Tricotilomania

 

 

O que o paciente deve fazer quando sente a necessidade de executar seus rituais?

 

Na verdade a terapia cognitivo-comportamental exigirá um esforço bastante grande por parte do paciente.

Algumas recomendações:

 

1.  Assim que surgir o primeiro sinal do impulso, prenda as mãos de 15 a 20 min (ou até  não sentir mais nenhuma aflição);

 

2.  Se sentir vontade de levar a mão à cabeça sem nenhum motivo razoável, evite ao máximo fazê-lo por pelo menos uma hora e meia (até "esquecer");

 

3.  Somente pegue nos cabelos quando for penteá-los ou caso deseje lavá-los. Se tiver alguma dúvida (se você está tendo um comportamento dentro dos padrões do que se considera um comportamento saudável)  observe como a maioria das pessoas se comportam com relação a pegar nos cabelos (com que freqüência fazem isso?) : é uma forma de constatar se o seu comportamento está sendo exagerado ou ñao;

 

4.  Procure ñao cair na tentação de ficar observando de perto os fios no espelho com a desculpa de que está verificando se estão crescendo ou ñao ou qualquer coisa  desse tipo ,e contenha-se de fazer novas verificações;

 

5.  Aprenda a perceber quando sua mente é invadida por obsessões - idéias fixas, medos ou pensamentos absurdos ou exagerados. Nesse momento, diga para você mesmo em voz alta "Pare", isso é irrelevante na situação em que eu me encontro ou ñao importa quanto tempo vou esperar, porque essa espera por mais dolorosa que possa vir a ser, para mim será o fim de um processo infinitamente inferior à satisfação de sentir os meus cabelos soltos e livres. Se ainda vier com uma vontade maluca de ir pro fim do mundo e arrancar TODOS os fios, sem se preocupar com o depois,  lembre-se que caso você pudesse fazê-lo estaria se expondo a uma situação desagradável (ficar careca longe de todos que você ama e que o amam!) e muito provavelmente em vão, pois a vontade ñao irá deixá-lo. Mesmo que você arrancasse o último pelo do seu corpo, ainda assim essa vontade estaria lá latente e mais faminta do que nunca depois da baita depressão que lhe sobreviria. Nesses momentos de total desespero procure distrair-se ocupando-se com alguma atividade prática. De preferência uma atividade artística ou física. Tudo é válido, desde que você possa, com o tempo, ir meio que transferindo esse seu  amor bandido (via de mão única a Trico te rouba seus melhores anos, a sua beleza e juventude, o poder de concentração, a vida social, as vezes até mesmo os amigos, compromete a evolução da sua vida sob inúmeros pontos de vista, e em troca de tudo isso você trata essa mania como um bicho de estimação, por talvez medo de sofrer ainda mais com as mudanças que essa cura poderá acarretar-lhe ?! que absurdo isso!) para outras e novas práticas menos destrutivas e mais saudáveis!!! Com estas atitudes, é possível interromper o fluxo de obsessões;

 

6. Procure enfrentar as crises de Trico lutando avidamente consigo mesmo afim de superá-la.  Lembre-se de que, em pouco tempo, a ansiedade desaparece com a repetição dos exercícios;

 

7.  Quanto maior o tempo dedicado a estes exercícios e maior o número de vezes a eles dedicado, mais rápida é a redução dos sintomas;

 

  1. Caso você esteja incluído no rol dos tricotilofágicos - ou seja, apos arrancar, ñao satisfeito, você tritura cada pedacinho daquele fio com os dentes; e como se isso ñao fosse suficientemente nojento, e você os engole, aqui vão os motivos pelos quais você deve deixar de fazer isso:

a) Isso poderá provocar um tricobenzoá - os fios mesmo triturados vão se juntando um a um, e formando um bolo de cabelos no estômago e assim que esse bolo estiver formado, será indispensável que seja feita uma endoscopia, e posteriormente uma cirurgiapara se extrair o benzoá.

 

b) As pessoas que costumam comer os cabelos, devem ter percebido que a dimensão da atividade compulsiva torna-se absolutamente fora de controle. Se você come, proponha-se a parar de comer, e vai ver que misteriosamente a vontade de arrancar despenca vertiginosamente. Ou seja, autocontrole se faz mais presente quando ñao se pratica o ato de comer os cabelos.

 

Lembretes:

 

1.  Enfrente as coisas que você tem medo tão freqüentemente quanto possível. Lute contra os pensamentos que o fazem acreditar que essa vontade é maior que você. Esse pensamento está tão carregado de mentira quanto de comodismo.

 

2.  Se você sente que necessita fazer algum ritual - brincar com as raízes, entreter-se com pêlos pubianos (já que você ñao quer aumentar ainda mais as áreas de alopécia que já existem na sua cabeça.) não o faça.
 

 

Texto gentilmente cedido por Chris Pacheco.

 

 
 
Para dicas ou problemas com esse site, contate:
Leonora Martins, Registered Nurse(Houston-Texas)

© Copyright S.O.S. Tricotilomania. Todos os direitos reservados.